4 motivos para curtir um retiro na natureza

4 motivos para curtir um retiro na natureza

O cenário quase sempre caótico e da correria do dia a dia causam estranheza até mesmo em nossos sentimentos. Estresse, ansiedade e esgotamento físico e mental são os mais comuns para quem vive em grandes centros urbanos, tornando-se crônicos quando vividos durante muito tempo, esses sentimentos nos afastam de nós mesmos e de processos que deveriam ser natural, como sentir a própria respiração, por exemplo.

Você se identificou com tudo isso? Pois é, então essas dicas são pra você!

São nesses momentos que sentimos a necessidade de parar e dar um tempo pra nós, admitirmos que uma pausa próximo a natureza precisa ser feita é demonstrar como nos permitir para a vida, além de assumirmos um compromisso com nossa saúde física, mental e espiritual, nos ligando à própria existência.

E todo aquele tempo precioso que conseguimos no final de semana, ou no intervalo entre um trabalho e outro, esse pode ser o momento ideal para respirar e se reconectar consigo mesmo, ao redor da natureza, participando de vivências incríveis.

 

Separamos 4 motivos que vão te mostrar que essa escolha pode ser muito bem vinda para curtir e se reenergizar.

1. Melhora a saúde física e mental

Estudos de biofilia, que ao pé da letra significa amor à vida e a tudo que está vivo, em vez de objetos, é no meio da natureza que nós seres humanos temos a forte tendência de encontrarmos um sentimento de plenitude e felicidade, ressaltando que há apenas alguns séculos o ambiente urbano foi criado e adotado por nós.

Pode parecer esotérico, mas se formos parar para analisar o ser humano passou 99,99% de seus cinco bilhões de evolução como primatas em meio a natureza, ou seja, somos feitos para nos adaptar à ela.

As explicações para o efeito da natureza sobre nossa saúde física e mental variam desde fatores evolucionários à melhor qualidade do ar, como ainda um gosto estético por tudo que o que é verde ou vivo.

 

2. Reduz o estresse e a hipertensão

Um estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, revelou que pessoas que têm pelo menos 30 minutos diários de contato com a natureza também estão menos propensas a desenvolver doenças cardíacas, hipertensão e depressão. O estudo contou com a participação de cerca de 1500 pessoas que foram acompanhadas de perto e mostraram um ganho de qualidade significativo em sua saúde apenas a partir de mudanças de hábito.

 

3. Ajuda no nosso processo de cura

Abraçar árvores realmente pode curar doenças, revelam cientistas, inclusive existe uma terapia chamada ‘Terapia da Natureza’, uma prática que promete melhorar nossa saúde física e mental apenas aumentando nosso contato com a natureza.

Quanto mais se estuda, fica cada vez mais claro que a solução de muitos dos problemas da atualidade poderiam ser resolvidos se nos reconectassemos com a natureza.

Existem passeios com esse intuito direcionados por guias, aqui mesmo no Espaço Holos, com trilhas sensoriais, dentro do retiro ‘Em Conexão com a Teia da Vida’, que acontece em Pedra Negra, Minas Gerais. Durante esse passeio todos recebem comandos para estimular essa reconexão, como “sinta o cheiro do ambiente“, “ouça o barulho das folhas“ ou “perceba a terra em sua mão”.

 

4. Turbina a memória

Segundo especialistas, pesquisas apontam que o estresse e a ansiedade são os principais inimigos da memória, e quando entramos em contato com a natureza, automaticamente liberamos serotonina, que estão ligadas aos hormônios do prazer, aliviando qualquer sintoma de ansiedade ou estresse.

Depois de descobrir como o contato com a natureza pode melhorar sua saúde mental, física e espiritual, te convidamos a saber mais sobre o retiro Espiritual, que acontecerá Dias 14/11 à 17/11. Para conferir todas as informações, siga o link > clique aqui

Sem comentários

Postar Comentário